Notícias

Notícias

5 benefícios do esporte para crianças

Muitas vezes, a prática de esporte para crianças é vista como uma obrigação das aulas de educação física.

Mas é mais que isso: movimentar o corpo traz uma série de benefícios para os pequenos tanto na parte física quanto mental e social. 

Por isso, o professor de Educação Física do Instituto Ramacrisna, Alírio Júnior, listou 5 motivos para incentivar seu filho a praticar uma atividade física. Confira!

Leia também: Mulheres ainda são minoria no futebol brasileiro 

     1) Combate a obesidade infantil

Uma criança fisicamente ativa tem mais chance de se tornar um adulto ativo. É que, por meio da prática esportiva regular, se cria hábitos mais saudáveis. Assim, se ganha inúmeros benefícios à saúde que vão refletir até na vida adulta.

Por exemplo, há a diminuição do risco de desenvolver doenças cardíacas, hipertensão e diabetes. Cada vez mais, o número de crianças e adolescentes com esses problemas tem aumentado. Principalmente, por causa do sedentarismo e da alimentação inadequada.

É, ainda, um aliado poderoso no combate à obesidade infantil. Especialmente devido à redução do percentual de gordura corporal.

      2) Melhora a coordenação motora

Outro benefício do esporte para crianças é o desenvolvimento motor. Isso faz com que os pequenos consigam desempenhar tarefas simples do dia a dia com maior destreza.

É que ao praticar atividades físicas, é preciso desenvolver habilidades específicas. Por exemplo: no futebol, ela precisa correr e chutar a bola ao mesmo tempo. Quanto mais a criança pratica um esporte, mais ela consegue aprimorar esses movimentos. O resultado é a melhora na coordenação motora grossa, que envolve atividades de equilíbrio, como pular e subir e descer escadas.

      3) Desenvolve a socialização e as amizades

O esporte coletivo é primordial na integração social. Além da convivência com outras crianças, eles aprendem a trabalhar em equipe, colaborar entre si e superar a timidez.

Além disso, desenvolve a capacidade de seguir regras. E, principalmente, aprendem a lidar com possíveis frustrações, entendendo que nem sempre se ganha ou se perde. 

      4) Melhora no raciocínio

Durante a prática esportiva, é preciso desenvolver foco e concentração. Essas competências ajudam a melhorar não só a performance nos treinos mas também no desempenho escolar. O que acontece é que os pequenos levam essas novas habilidades, ajudando o aprendizado.

Outro fato que melhora o raciocínio é a capacidade de tomar decisões rápidas. O que pode fazer a diferença no esporte mas também deixam o cérebro mais ativo para ações do dia a dia. Além disso, o esporte também ajuda a melhorar a memória e a capacidade de assimilação

Por último, a prática de esportes libera os chamados hormônios da felicidade. Eles proporcionam equilíbrio emocional e alívio para dores. Dessa forma, os esportes para crianças se tornam um aliado na melhora da saúde mental dos pequenos, ajudando a combater a ansiedade e a depressão.

Esses hormônios também ajudam a regular a qualidade do sono. Não é à toa que as atividades físicas são indicadas nos casos de dislexia e déficit de atenção

      5) Ajuda crianças em vulnerabilidade social

O esporte tem um papel muito importante para as crianças em vulnerabilidade social. Em primeiro lugar, elas não correm o risco de frequentarem locais perigosos e têm uma alternativa saudável de lazer.

Também ajuda os pais, que têm a tranquilidade de deixar os filhos em um local seguro enquanto trabalham. Além disso, o esporte para crianças pode se tornar mais do que uma diversão: mas o sonho de uma profissão.

Melhores esportes para crianças

Não existe uma regra sobre qual o melhor esporte para crianças. Na hora de escolher uma atividade, é importante observar se a criança consegue entender as regras e vê naquele esporte uma forma de diversão

No caso de crianças menores, é possível fazer certas adaptações. No caso do futebol, por exemplo, brincar de chutar e pegar a bola, sem estar em campo.

Ramacrisna apoiando o esporte

Toda criança tem direito de brincar, praticar esportes e se divertir. Esse é um dos artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente que também prevê que a sociedade tem a obrigação de dar a oportunidade para a prática de lazer e esportiva.

Por isso, o Ramacrisna conta com o Centro Esportivo e Recreativo e com aulas de vários esportes para crianças e adolescentes em vulnerabilidade social: futsal, futebol society, peteca, vôlei, judô, xadrez e ballet.  

Essas atividades foram paralisadas pela pandemia, mas já foram retomadas cumprindo medidas de segurança, como horário reduzido e número limitado de alunos por turma. 

Além disso, o projeto Construindo o Futuro, realizado com patrocínio da Petrobras, também inclui atividades esportivas como futebol, futsal, vôlei, basquete, peteca e capoeira. Devido a pandemia, as atividades tiveram que ser suspensas, mas estão previstas para retornar em fevereiro de 2022.

O Ramacrisna também é parceiro da prefeitura de Betim no projeto Viva o Esporte.  O programa oferece atividades esportivas para pessoas de todas as idades, gêneros com e sem deficiência em 11 núcleos diferentes. No projeto, são oferecidas 19 modalidades esportivas, entre elas atletismo, basquete e vôlei de praia. 

Além da prática esportiva, os alunos do Projeto Viva o Esporte/Ramacrina também contam com atendimento psicológico, fisioterapeuta e assistente social

Contribua para ampliar nossas atividades esportivas. Clique e saiba como doar.

compartilhar:

Receba nossas notícias