Notícias

29 de junho de 2023

Cases|Cursos|Esportes

Judô para crianças: veja 5 benefícios do esporte

Esporte centenário, o judô para crianças vai além da autodefesa e do desenvolvimento físico, podendo sem um forte aliado na redução da vulnerabilidade social.

Os esportes têm diversos benefícios, sejam físicos, morais e sociais. Segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação,  a Ciência e a Cultura (UNESCO), a prática do judô para crianças e adolescentes é o melhor esporte para a formação inicial, uma vez que promove a educação física integral.

O judô na infância e na adolescência ajuda a desenvolver habilidades motoras e valores como amizade, respeito e participação. Além disso, é um esporte que propaga a cultura de paz. No caso do judô para crianças, a prática ainda pode ser uma ferramenta de transformação social para diversas famílias em vulnerabilidade social. Ainda tem dúvidas sobre os benefícios do esporte? Conheça, a seguir, os cinco principais pontos do judô.

Benefícios do judô para crianças

  1. Melhora na aprendizagem 

Dentro do tatame, o esporte trabalha fatores como atenção, memorização, compreensão e interpretação. Esses ensinamentos são levados para a sala de aula, melhorando o desempenho escolar. Outro benefício do judô para crianças é a disciplina e a importância do treino. 

A modalidade ainda trabalha o autoconhecimento, fazendo com que os atletas tenham conhecimento de todas as suas habilidades e potencialidades. É uma forma de incentivar o desenvolvimento de seus pontos positivos, valorizando a concentração e a capacidade de manter o foco para alcançar resultados positivos.

  1. Socialização e saúde mental

O judô ajuda a tornar as crianças mais seguras e confiantes, fazendo com que elas estejam preparadas para enfrentar desafios. Além disso, o esporte as ajuda a aprender a lidar com frustrações e imprevistos.

Durante as aulas, as crianças aumentam a socialização, permitindo maior convivência com pessoas da mesma idade e fazendo novos amigos. É também uma forma de aprender a ser empático e respeitar as diferenças. 

Além disso, a prática esportiva ajuda a criança a compreender as próprias emoções e a saber que pode controlá-las. Elas aprendem a manter o equilíbrio e a racionalizar possíveis conflitos. 

Também é comprovada a melhoria na saúde mental das crianças e adolescentes, afastando sintomas de ansiedade e diminuindo o risco de depressão.

  1. Hábito do esporte

Quem começa a praticar o judô ainda na infância têm mais chance de se tornar um adultos fisicamente ativo. Ou seja, continuando no esporte ou praticando outra modalidade, as atividades físicas se tornam um hábito para toda vida.

O resultado é a melhora na saúde, controlando o sobrepeso e a obesidade, reduzindo as chances de doenças cardiovasculares e outras condições.

  1. Inclusão social

Um dos grandes benefícios do judô é a inclusão social. Crianças e adolescentes com algum tipo de deficiência ou autismo têm no esporte uma forma de integração com a comunidade. Assim, é uma forma de diminuir preconceitos e conscientizar as pessoas sobre a diversidade.

Ainda no âmbito da inclusão social, existem projetos que oferecem, gratuitamente, judô para crianças e adolescentes em vulnerabilidade social. É uma forma de ampliar os horizontes de famílias inteiras, ter contato com um novo esporte e desenvolver formas saudáveis de lazer.

  1. Afasta álcool e drogas

A prática do judô tem, ainda, outro benefício para crianças em situação de vulnerabilidade social: o afastamento do álcool e drogas. Isso porque, uma vez que o jovem conhece o próprio corpo, ele entende como essas substâncias são prejudiciais para o seu desempenho.

É também uma forma de evitar que essas crianças corram o risco de serem atraídas pelo crime, principalmente o de roubo e o de tráfico de drogas. Já que o judô permite melhor convívio social.

Conheça o Tatame Cidadão

Por conta desses e outros benefícios, o Instituto Ramacrisna iniciou um novo projeto, o Tatame Cidadão. A iniciativa tem o patrocínio da Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte.

Três vezes por semana, o projeto oferece atividades de judô para crianças e adolescentes de oito a 18 anos, de forma totalmente gratuita. A iniciativa vai  beneficiar 50 pessoas diretamente e 250 indiretamente.

O objetivo do projeto é fomentar a prática esportiva, integrar, inserir e socializar pessoas e descobrir novos talentos.

Saiba mais sobre o Tatame Cidadão e outros projetos do Instituto Ramacrisna. E se você quiser transformar a vida de milhares de pessoas, entre em contato conosco.

 

compartilhar:

Receba nossas notícias