Notícias

Sem categoria

Veja os cursos gratuitos de tecnologia que o Ramacrisna oferece

Você sabia que 85% das formas de trabalho que existirão em 2030 ainda não existem? É isso que mostra uma pesquisa do Institute For The Future, encomendada pela Dell Technologies. O motivo é que cada vez mais as funções serão automatizadas, sendo feitas totalmente por robôs ou integradas à força humana. Pensando nisso, o Instituto Ramacrisna oferece cursos gratuitos de tecnologia em várias áreas .

De acordo com um estudo feito pela Dimensional Research em 17 países, incluindo o Brasil, os jovens acreditam que os novos recursos tecnológicos vão permitir ambientes de trabalho mais justos e igualitários, que poderão prevenir a discriminação de sexo, raça ou idade. Mas como garantir acesso a esse conhecimento tecnológico para todos?

A resposta, muitas vezes, está em entidades do Terceiro Setor, como o Ramacrisna, que oferecem cursos gratuitos para jovens em situação de vulnerabilidade social. Confira neste artigo, todos os projetos e oportunidades que o instituto tem  nesta área!

Tecnologia e Inovação

O Espaço de Inovação do Ramacrisna atende crianças e adolescentes assistidos pelo instituto por meio de oficinas e cursos que trazem o conhecimento das mais diversas tecnologias. O espaço oferece cursos de Robótica Educacional, além de atividades com óculos de realidade virtual e impressora 3D.

O gestor do Espaço de Inovação, Geisebel Castro, explica a importância do projeto. “O instituto traz uma oportunidade a quem não tem acesso a essas tecnologias. Muitos assim como eu, tiveram o primeiro contato com tudo isso, aqui. São jovens da periferia, que vivem em situação de vulnerabilidade”. 

Impressora 3D

E quando se fala em tecnologia, Geisebel acredita que uma das ferramentas que pode gerar muitas oportunidades de trabalho é a impressora 3D. Segundo ele, as empresas vão procurar, cada vez mais, profissionais que entendam o equipamento. 

Por isso, o projeto começa com as crianças em um processo mais lúdico, no qual elas passam a compreender  como a impressora funciona. Para elas, o equipamento é uma caixa mágica, onde tudo que se imagina pode se tornar real.

Já para os adolescentes, o processo de contato com a impressora é diferente, mais avançado, focado na indústria 4.0, e em como eles podem atuar no mercado de trabalho por meio dessa  tecnologia.

Atualmente, as aulas estão acontecendo de forma on-line. Como o Instituto tem apenas uma impressora, hoje, o plano de aula do curso envolve apenas a modelagem 3D. Mas o projeto é que, até o segundo semestre do ano que vem, o Espaço de Inovação consiga mais um equipamento para conseguir desenvolver a parte mais mecânica de montagem e desmontagem da tecnologia. E quem sabe até conseguir a ampliação do espaço para FabLab, modelo de laboratório, geralmente aberto ao público, que oferece ferramentas tecnológicas e industriais para estimular o aprendizado.

Robótica Educacional 

Desde 2015, o Instituto Ramacrisna conta com o curso de robótica educacional no Espaço de Inovação, com o apoio do Rotary Club Calgary West do Canadá. 

Atividades como inventar, programar, montar e movimentar um robô, exercitam o raciocínio lógico, propiciam o trabalho colaborativo, compartilhamento de dados e promovem a interdisciplinaridade. Os alunos usam kits da Lego, adquiridos por meio da parceria, para criarem os projetos.

O curso funciona também em parceria com a PUC Minas, o instituto treina os alunos de ciência da computação da universidade e um estagiário da faculdade atende os alunos do Ramacrisna. O curso de Robótica Educacional é para alunos de 10 a 16 anos e tem duração de um mês.

O gestor do espaço explica que ele é uma introdução à tecnologia da robótica e, caso o aluno se interesse, há um curso profissionalizante com duração de seis meses de Robótica Industrial, que oferece um suporte maior para aqueles que querem atuar profissionalmente nessa área. 

O curso profissionalizante abrange elétrica industrial, robótica, automação e controle, além de pneumática. Essa última disciplina deve ser tema de um novo curso que o Instituto pretende oferecer. Com a pandemia, o projeto está suspenso, mas, em breve vamos ter novidades.

Além dos cursos gratuitos de tecnologia, o espaço oferece ainda oficinas como realidade virtual, mesa alfabetizadora e lousa digital. Antes da pandemia, essas oficinas eram frequentadas por cerca de 200 alunos, mas, devido à crise sanitária, muitas foram interrompidas. 

Operador de computador

O curso de Operador de Computador é outro curso profissionalizante na área tecnológica, que o Ramacrisna oferece. Por meio dele, os alunos são preparados para montar, instalar e reparar microcomputadores, identificando problemas de software e hardware. Eles também estão aptos a oferecer suporte a redes de computadores locais no uso e na configuração de equipamentos e dos softwares.

As aulas acontecem no formato semipresencial, para jovens e adultos entre 16 e 35 anos, que precisam ter o ensino fundamental completo. 

Instalação de usina fotovoltaica

A energia fotovoltaica, obtida por meio da conversão da luz solar em eletricidade, é uma das tecnologias sustentáveis que mais crescem. Em 2019, o número de usinas fotovoltaicas aumentou 56,4%, segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. E, para isso, o Instituto Ramacrisna oferece também o curso de Eletricista de Instalações e Instalação e Manutenção de Usinas Fotovoltaicas. 

O objetivo é formar profissionais, de 18 a 40 anos, em diversos processos da elétrica, inclusive a execução de projetos, e capacitar os alunos para atuar nos diversos processos de montagem e manutenção de uma usina fotovoltaica. As aulas são semipresenciais e é preciso ter ensino fundamental completo.

Novo curso gratuito no Ramacrisna

O instituto está com uma novidade para os amantes de tecnologia, está oferecendo 100 bolsas de estudo em parceria com a IGTI, para o curso BootcampProgramador de Software. O objetivo é trazer conceitos fundamentais de lógica de programação e orientar o aluno a dar os primeiros passos na área, praticando a codificação com três linguagens de programação. 

Com as aulas, jovens a partir de 18 anos vão dominar as técnicas e as ferramentas mais utilizadas na área, adquirir experiência com aprendizado prático, garantir acesso às melhores oportunidades em tecnologia e aprender a desenvolver aplicações com Java, Python e JavaScript. 

Se você também acredita que a tecnologia é o futuro das profissões e quer nos ajudar a continuar proporcionando esses cursos no Instituto Ramacrisna, nos procure e veja como colaborar!

compartilhar:

Receba nossas notícias