nosso trabalho projetos

Orquestra Jovem Ramacrisna


Sobre o Projeto

Em junho de 2005, o Instituto Ramacrisna criou a Orquestra Jovem com o objetivo de trazer para a realidade das crianças e jovens, em situação de risco pessoal e social da comunidade de Vianópolis, em Betim, com idades entre 12 e 24 anos, a beleza do universo da música clássica.

Com o projeto, 60 músicos frequentam aulas de teoria musical e pratica, em instrumentos de cordas, sopro e percussão. Os renomados professores da família Barros ministram aulas por naipes: Alexandre (sopro), Elias (violino) e Wiliam (teoria musical, baixo, violoncelo) e acompanham o Maestro Eliseu na missão de promover o desenvolvimento musical desses talentosos músicos.

Desde 2013, anualmente, é realizado o Festival de Música Primavera. Durante o evento são oferecidas aulas teóricas e práticas dos vários instrumentos que compõem a orquestra, além de apresentações dos alunos, de grupos e de orquestras convidadas.

O festival promove o acesso à música clássica e popular às comunidades de bairros de periferia de Betim e mobiliza alunos, funcionários, famílias dos músicos, comunidade e convidados, envolvendo a todos em momentos de confraternização e alegria.

Regente: maestro Eliseu Martins de Barros

Bacharel em violino pela UFMG e pós-graduado em Neurociência e Psicanálise Aplicada à Educação, pela faculdade São Camilo, Eliseu integrou as Orquestras Jovens do Mercosul e a Mundial do Japão, no Pacific Music Festival, em 2000.

O maestro solou e regeu concertos com as Orquestras Sesiminas-Musicoop, Sinfônica da UFMG e Sinfônica de Cuiabá.

Com experiência em música popular e como arranjador, já tocou com grandes artistas mineiros e nacionais e gravou com Skank, Lô Borges e Paula Fernandes.

Atualmente, é violinista convidado das orquestras Sinfônica da UFMG e Filarmônica de Minas Gerais, além de ser o regente e coordenador da orquestra jovem do Sesc-MG.

 

Orquestra na Mídia

31/05/20 – O Tempo Online – Pandemia: Jovens da zona rural de Betim continuam estudos de música virtualmente

19/06/20 – Rádio Super (Programa Patrulha da Cidade) – Entrevista Maestro Eliseu Barros (começa no 1:05)

20/06/20 – TV Globo “MG1” – Orquestra de Betim faz ensaio e mantém integrantes com vídeos e aulas virtuais

11/07/20 – TV Globo “É de Casa” – Orquestra se apresenta em comunidade

 

Centro Cultural

Com 750 m² de área construída, compreende um auditório com capacidade para 200 lugares, 2 camarins com toaletes, sala de projeção, de ensaios e de guarda de instrumentos, além de administração, hall e jardins.

Em 2013, por meio de um projeto do Fundo Estadual da Cultura, em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura, tornou-se um prédio sustentável, com iluminação de LED, forro constituído de material mineral e forração das paredes em material reaproveitado, que contribuem para a acústica do espaço. Utilizado para shows, palestras, formaturas, cinema, reuniões de trabalho, o Centro Cultural beneficia toda a comunidade.

Com o apoio dos recursos do Fundo Estadual de Cultura, em 2019, foi realizada a reestruturação do espaço, com a troca das 200 cadeiras e a climatização, proporcionando um maior conforto aos  usuários.

Receba nossas notícias